Novembro | 2013 • Boletim Mensal • 5ª edição

Caro leitor,

O Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) está realizando o projeto de Inclusão Científica por meio da Popularização da Ciência e Ações Educativas, em parceria com o Instituto TIM, que tem como objetivos promover a visitação de crianças e seus familiares, ampliar a presença de grupos escolares provenientes das escolas públicas e levar um planetário inflável digital a escolas.

Na seção “Vale a pena conferir”, você fica sabendo quais são as regras para participar deste projeto e ainda informações sobre a terceira edição do Curso de Preservação de Acervos Científicos e Culturais, o evento Museu Vai à feira e uma palestra sobre realidade aumentada, que acontecem neste mês no MAST.

E confere também um trabalho realizado entre o MAST, o Instituto Nacional de Tecnologia (INT) e o Museu Imperial de Petrópolis, a partir de um Acordo de Cooperação. É o monitoramento microbiológico do trono Imperial de D. Pedro II e também da área onde está exposto em Petrópolis.

Veja ainda o Papo de Cúpula com Vera Pinheiro, analista de C&T, sobre o seu projeto “A Ciência que eu Faço”; os eventos que aconteceram no MAST e os resultados da expedição “Uganda 2013 In the Land of Beauty”, realizada pelo projeto GalileoMobile, um programa internacional itinerante de divulgação em ciências, que tem entre os membros fundadores, a Dra. Patrícia Figueiró Spinelli, pesquisadora do MAST.

Você está convidado a conhecer um pouco mais sobre os trabalhos desenvolvidos pelo MAST.

Arquivo InforMAST
Papers e Periódicos

Configuração da informação em documentos de ciência e tecnologia: estudo tipológico no arquivo pessoal do físico Bernhard Gross

Perspectivas em Ciência da Informação, v.18, n.3, p.160-174, jul./set. 201
Maria Celina Soares Mello e Silva

Tipos de audiência segundo a autonomia sociocultural e sua utilidade em programas de divulgação

Revista Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, jan./mar., n. 188, p. 113-124, 2012.
Carlos Coimbra
Sibele Cazelli
Douglas Falcão
Maria Esther Valente

Base de dados MAST
Links

MCTI - Institucional

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

MCTI - Institutos

Unidades de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

IBRAM

Instituto Brasileiro de Museus

CNPq

Conselho Nacional de Desenvolvimeto Científico e Tecnológico

FAPERJ

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro

RNP

Rede Nacional de Ensino e Pesquisa

CAPES

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

FINEP

Financiadora de Estudos e Projetos

VALE A PENA CONFERIR

Museu vai à Feira

Em três dias, o Museu de Astronomia vai oferecer ao público atividades lúdicas relacionadas ao conhecimento científico em uma feira de tradições nordestinas.
Leia mais...

MAST promove 3º Curso de Preservação de Acervos Científicos e Culturais

Em cinco dias de curso, serão abordados os principais temas relacionados à preservação. Haverá, também, visita técnica às áreas de guarda e exposição de acervos do MAST e aos laboratórios de conservação LAPEL e LAMET.
Leia mais...

Acordo entre MAST, INT e Museu Imperial possibilita a restauração do trono imperial de D. Pedro II

Em outubro, iniciou-se o monitoramento microbiológico da área de exposição e do trono Imperial de D. Pedro II, uma das principais peças do acervo do Museu Imperial de Petrópolis.
Leia mais...

MAST oferece palestra sobre Realidade Aumentada

O estudante Sandro Gomes fala sobre seu projeto de pesquisa “Realidade Aumentada no MAST”, desenvolvido sob orientação de Eugênio Reis, coordenador de Educação em Ciências do MAST.
Leia mais...

Papo de Cúpula
Vera Pinheiro | Analista de C&T

Vera Pinheiro, analista em C&T do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) coordena o projeto "A Ciência que eu Faço" que reúne uma série de entrevistas, em formato de filmes de curta duração, voltadas para professores e estudantes dos ensinos fundamental e médio, mostrando a ciência que se faz no nosso país, em especial, as pesquisas que estão sendo realizadas nas Unidades de Pesquisa ligadas ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), ou financiadas pelas agências ligadas a ele.

Essa iniciativa, que já resultou em mais de 350 depoimentos de pesquisadores das ciências exatas e humanas, tem a preocupação de desmistificar a figura do pesquisador e mostrar que a ciência não é feita por gênios ou por pessoas superdotadas com capacidade diferenciada do resto do mundo. “Quero mostrar que os cientistas são pessoas normais, que escolheram a carreira científica por serem movidos por uma grande curiosidade, mas eles também tocam algum instrumento musical, escrevem poesias...”, diz Vera.

Em seu trabalho, Vera conheceu histórias de pesquisadores que foram incentivados por um professor, por um amigo ou pelos próprios pais; ou, ainda, porque tiveram uma experiência ou um acontecimento marcante em sua infância ou juventude. Ou simplesmente, a vida foi acontecendo e quando se deram por conta, já eram cientistas. Para Vera, todos os entrevistados têm em comum a curiosidade, uma característica fundamental para quem escolhe a carreira científica.

“Acreditamos que esse material possa contribuir para a escolha profissional de jovens, motivando e despertando o interesse para as carreiras científicas. Outro aspecto importante é a valorização da memória dos nossos pesquisadores e consequentemente da C&T no país. Além da oportunidade da população se inteirar melhor dos investimentos e financiamentos das agências de fomentos”, analisa.

A ideia do projeto surgiu em uma 'Semana Nacional de Ciência e Tecnologia' onde Vera viu, em uma tenda que reunia mais de 60 instituições de ensino e pesquisa, montada no Largo da Carioca no centro do Rio de Janeiro, uns garotos que deveriam ter entre 10 e 12 anos de idade. Eles andavam com caixas de engraxate nas costas olhando com olhos de surpresa um mundo disponível de computadores e microscópios, de bolhas e choques, de filmes e maquetes. Ela se aproximou deles e perguntou se eles gostariam de olhar através de um microscópio e um deles respondeu: - "Tia, ciência é coisa de cabeção!".

A partir desse momento, Vera começou a se questionar "O que faz uma pessoa escolher ser um pesquisador? Será que ele queria ser cientista desde criança? Como é que ele sabia que existia a Cosmologia? Ou a Energia Nuclear? Ou as Engenharias? Ou a Física? Ou a Química? Será que um desses pesquisadores quando menino queria ter sido jogador de futebol? Será que foram crianças ricas? Curiosas? Será que escreviam poesias? Ainda escrevem? Sabem tocar violão? Quem são as pessoas que fazem a ciência do nosso país? Será que algum já foi engraxate?

Foi dessa forma que foi criado o projeto “A Ciência que eu Faço”. Na época, Vera trabalhava no Escritório Regional do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, no Rio de Janeiro. Conhecia os inúmeros institutos de pesquisa vinculados a este MCTI e sabia que em cada instituto tinha um número grande de pesquisadores. Começaram as entrevistas e até hoje, o projeto está acontecendo. Ele recebeu apoio do Departamento de Popularização e Difusão de C&T da Secretaria para Inclusão Social do MCTI e apoio financeiro da Assessoria de Comunicação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Para conhecer o projeto, acesse http://acienciaqueeufaco.mast.br/ ou no facebook.

PROGRAMAÇÕES EDUCATIVAS SEMANAIS

Planetário inflável digital

1º e 2º sábado - 15h e 17h
1º e 2º domingo - 15h e 17h
5º domingo - 15h, 16h e 17h

Ciclo de palestras

1º sábado - 16h

Brincando de matemático

3º domingo - 16h

Faça você mesmo

4º domingo - 16h

Contando mitos

5º sábado - 16h

Visita guiada

3º, 4º e 5º sábado - 15h e 17h
1º, 2º, 3º e 4º domingo - 15h e 17h

Cine ciência

2º sábado - 16h

Observação do céu

1º, 3º, 4º e 5º sábado - 17h30 às 20h
2º sábado - 18h às 20h
Todas as quartas - 17h30 às 20h

ASTROmania

3º sábado - 16h

Cozinhando com a química

4º sábado - 16h

A Ciência que eu Faço

O projeto coordenado pela jornalista Vera Pinheiro reúne uma série de entrevistas, em formato de filmes de curta duração, voltadas para professores e estudantes do ensino fundamental e do ensino médio, mostrando a ciência que se faz no nosso país, em especial, as pesquisas que estão sendo realizadas nas Unidades de Pesquisa ligadas ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – ou, financiadas pelas agências ligadas ao MCTI.

Neste mês foram incluídas no site 60 novas entrevistas realizadas, com pesquisadores, durante a 65ª Reunião Anual da SBPC.


Destaque do mês

Carlos Henrique Zeferino da Silva

Planetarista e monitor da Coordenação de Educação em Ciências (CED) do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST).

Trabalha no MAST desde 1988 e graças a sua experiência recebe constantes convites para apresentar planetários em escolas e cidades.

Seus maiores interesses de atuação são as realizações de planetários, nos quais ele passa seus conhecimentos aos ouvintes do evento.

O que mais o agrada é esse contato direto com o público e a satisfação de ver as pessoas agraciadas com o conhecimento que lhes fora passado por ele.

Assista outros depoimentos no site:
http://acienciaqueeufaco.mast.br

Aconteceu no MAST

Semana Nacional de C&T atrai milhares de pessoas no Rio de Janeiro

De 21 a 27 de outubro, 40 mil pessoas participaram de atividades de divulgação da ciência organizadas em seis polos espalhados pelo Rio de Janeiro.
Leia mais...

Medalhistas da Olimpíada Internacional de Astronomia são homenageados na abertura da SNCT 2013

Em Brasília, os estudantes tiveram um encontro informal com o Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, e foram homenageados na abertura oficial da SNCT.
Leia mais...

MAST teve programação especial no Dia das Crianças

As crianças observaram as manchas solares, aprenderam a fazer cometas e aviões de papel e ainda curtiram uma sessão de cinema com “Os Simpsons”.
Leia mais...

Prof. Henrique Leitão participou de encontros no MAST e na Biblioteca Nacional

A vinda do Professor proporcionou rica troca de experiências e de apreensão de conhecimento sobre a história e características do impresso científico, raro e precioso, no Brasil e em Portugal.
Leia mais...

GalileoMobile - Uganda 2013 In the Land of Beauty

A última expedição do projeto, que aconteceu de 17 de outubro a 3 de outubro, levou astronomia a mais de 4 mil estudantes em Uganda, na África.
Leia mais...

Dicas Sustentáveis

O Horário de Verão

O horário de verão entrou novamente em vigor e como de costume em um período de muito calor. A adoção dessa medida acontece no período do ano em que os dias são mais longos que as noites e visa reduzir o consumo de energia elétrica em todo país e assim criar uma reserva d’água nas hidroelétricas para não ocorrerem problemas em possíveis períodos de estiagem.

É de suma importância que todos reconheçam a necessidade do momento para poupar energia e contribuir com o meio ambiente e com a economia, e que tal comportamento não exige o sacrifício do próprio conforto.

Não faltam maneiras de racionar a energia sem colocar o conforto em segundo plano. Pode-se além de trocar as lâmpadas incandescentes pelas lâmpadas frias, diminuir o tempo de uso da luz artificial e aproveitar a luz solar, que será mais intensa e duradoura que antes, utilizar os eletrodomésticos de forma mais racional, controlando, por exemplo, o tempo em que se mantém ligados o ar condicionado e ventiladores, controlando a temperatura com os mesmos desligados, entre tantas outras medidas.

O horário de verão ficará em vigor até o dia 16 de fevereiro de 2014.

Fontes: www.agenciabrasil.ebc.com.br e www.portalvital.com

Expediente

Diretora do MAST

Heloisa Maria Bertol Domingues

Chefe do Serviço de Comunicação Social
e Atendimento ao Público

Vitor Dulfe

Idealizadores do Projeto

Lorena Kovac • Omar Martins • Vitor Dulfe

Jornalista / estagiário

Geisa Castro • Thiago Silva

Projeto Gráfico | diagramação

Vitor Dulfe

Diagramadores / colaboradores

Gustavo Mamede • Henrique Rocha • Leonardo Pessoa

 


Realizado pelo Serviço de Comunicação
Social e Atendimento ao Público (SCS)
do MAST

Tel.: 21•3514-5229
atendimento@mast.br
www.mast.br