Setembro | 2013 • Boletim Mensal • 3ª edição

Caro leitor,

Nesta terceira edição do Portal InforMAST, abordamos o tema preservação de acervos no Papo de Cúpula com Lucia Alves da Silva Lino, coordenadora do CDA – Coordenação de Documentação e Arquivo, que nos conta um pouco da história do MAST nesta área em que é uma referência.

Apresentamos o MAST sem Fronteiras, numa entrevista com Patrícia Spinelli, astrônoma do MAST, que fala de suas expectativas para a viagem a Uganda, na África, em mais uma edição do programa internacional GalileoMobile.

Veja também as notícias nas seções “Aconteceu no MAST” e “Vale a pena conferir”, a programação da instituição, dicas de sustentabilidade, o "MAST na Mídia", o destaque do mês do projeto “A Ciência que eu Faço” e os artigos selecionados para a edição deste mês.

Convidamos você a conhecer um pouco mais dos trabalhos desenvolvidos pelo MAST.

MAST sem Fronteiras

Veja a entrevista com Patrícia Figueiró Spinelli, pesquisadora do MAST, que é membro fundador do GalileoMobile.

Arquivo InforMAST
Papers e Periódicos

A importância da preservação dos arquivos de laboratórios científicos e tecnológicos

Maria Celina Soares de Mello e Silva
ENCONTRO DE ARQUIVOS CIENTÍFICOS, 3, 2007, Rio de Janeiro. Anais...[III Encontro de Arquivos Científicos]. Rio de Janeiro : Casa de Rui Barbosa : MAST, 2008. 113p. Inclui bibliografia.

"Notas de participação do CEBES na organização da 8ª Conferência Nacional de Saúde: o papel da Revista Saúde em Debate"

Daniela Carvalho Sophia
Publicado em: Saúde em Debate • Rio de Janeiro, v. 36, n. 95, p. 554-561, out./dez. 2012.

Base de dados MAST
Links

MCTI - Institucional

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

MCTI - Institutos

Unidades de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

IBRAM

Instituto Brasileiro de Museus

CNPq

Conselho Nacional de Desenvolvimeto Científico e Tecnológico

FAPERJ

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro

RNP

Rede Nacional de Ensino e Pesquisa

CAPES

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

VALE A PENA CONFERIR

A Semana de Astronomia no MAST

Um evento anual de popularização da ciência que teve sua primeira edição em 1993 com o objetivo de discutir temas básicos de astronomia e apresentar as mais recentes descobertas na área.
Leia mais...

MAST oferece Curso de Gestão de Acervos Bibliográficos

Uma introdução à gestão de acervos bibliográficos especiais de Ciência, Tecnologia e Inovação.
Leia mais...

I Seminário de Mediação do Museu de Ideias

O Seminário acontece no dia 24 de setembro, das 9h às 17h, no Museu da Chácara do Céu.
Leia mais...

MAST promove o Mês da Segurança da Informação

Na programação, palestras abertas ao público e direcionadas principalmente aos estudantes que visitam o Museu.
Leia mais...

Itajubá recebe exposição itinerante Leonardo da Vinci: Maravilhas Mecânicas

Dividida em quatro áreas, simbolizadas pelos quatro elementos da natureza, a exposição apresenta peças, textos e imagens de invenções que justificam a fama de um dos maiores gênios da Humanidade.
Leia mais...

Papo de Cúpula
Lucia Alves da Silva Lino | Coordenadora do CDA

Lucia Alves da Silva Lino é coordenadora do CDA - Coordenação de Documentação e Arquivo do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), setor que desenvolve pesquisas no campo da arquivologia e da conservação de documentos referentes à ciência e tecnologia. Os resultados das pesquisas contribuem para o aprimoramento das ações voltadas para a preservação (identificação, organização e disseminação) dos acervos arquivísticos e bibliográficos. As pesquisas estimulam o desenvolvimento de novas técnicas aplicadas aos acervos de C&T e a formação de pessoal especializado na área.

A temática preservação está presente na instituição desde sua criação, em 1985, integrando sua missão que é ampliar o acesso da sociedade ao conhecimento científico e tecnológico por meio da pesquisa, preservação de acervos, divulgação e história da ciência e da tecnologia no Brasil. Na proposta inicial de criação do MAST, já existia a preocupação de se tratar os acervos históricos, mas ainda não havia uma infraestrutura necessária para cumprir tal objetivo.

Com o passar do tempo, essa temática preservação foi se consolidando. Hoje, a CDA/MAST possui um setor para cuidar dos arquivos institucionais e arquivos pessoais de cientistas, o Arquivo de História da Ciência; um Laboratório de Conservação e Restauração de Papel (LAPEL); e uma biblioteca especializada em: História da Ciência e da Técnica, Educação e Divulgação da Ciência e Museologia e Preservação do Patrimônio Histórico de C&T, com um acervo composto por uma coleção corrente além de coleções especiais, como a Brasiliana e a Documentos Brasileiros.

A preservação está presente em todas as áreas. É uma questão interdisciplinar. Na área de arquivo, por exemplo, preservar é um processo que se inicia desde o momento da aquisição de determinado documento até sua disponibilização para o usuário final. O MAST possui uma política de aquisição e descarte de acervos que estabelece critérios, diretrizes e procedimentos com o objetivo de orientar a análise e a coleta do acervo a ser adquirido.

Em 28 anos de existência, o MAST tornou-se referência nacional em preservação de acervos. Há uma preocupação inerente a toda equipe em divulgar esse conhecimento em livros sobre a política de preservação e segurança, na apresentação de trabalhos em eventos sobre essa temática, além de oferecer alguns cursos sobre segurança e preservação de acervos, e também várias oficinas mostrando o trabalho, o funcionamento da biblioteca e do arquivo, sobre segurança, microorganismos, confecção do papel artesanal, a história do papel.

A CDA/MAST tem convênios com instituições, como o Instituto Nacional de Tecnologia – INT com o objetivo de desenvolver pesquisas na área de conservação de acervos em suporte papel. A equipe do LAPEL orienta outras instituições nesta área. Há várias parcerias no sentido de ajudar outras instituições seja na organização, na conservação ou na elaboração de um diagnóstico de coleções, visando um planejamento para tratamento e tomada de decisão.

“A Coordenação recebe muitos emails pedindo orientação. Eu não tenho dúvidas que o Museu é uma referência nessa área. Dentro dessa área, a gente faz muita coisa, tanto que conseguiu ter um respeito. Mostrar esse lado da preservação do Museu é muito importante. Mas, para que a gente alcance determinadas metas dentro de uma instituição é preciso que todos estejam envolvidos, que haja conscientização. Conhecimento é compromisso, é responsabilidade“, analisa Lucia.

PROGRAMAÇÕES EDUCATIVAS SEMANAIS

Planetário inflável digital

1º e 2º sábado - 15h e 17h
1º e 2º domingo - 15h e 17h
5º domingo - 15h, 16h e 17h

Ciclo de palestras

1º sábado - 16h

Brincando de matemático

3º domingo - 16h

Faça você mesmo

4º domingo - 16h

Contando mitos

5º sábado - 16h

Visita guiada

3º, 4º e 5º sábado - 15h e 17h
1º, 2º, 3º e 4º domingo - 15h e 17h

Cine ciência

2º sábado - 16h

Observação do céu

1º, 3º, 4º e 5º sábado - 17h30 às 20h
2º sábado - 18h às 20h
Todas as quartas - 17h30 às 20h

ASTROmania

3º sábado - 16h

Cozinhando com a química

4º sábado - 16h

A Ciência que eu Faço

O projeto coordenado pela jornalista Vera Pinheiro reúne uma série de entrevistas, em formato de filmes de curta duração, voltadas para professores e estudantes do ensino fundamental e do ensino médio, mostrando a ciência que se faz no nosso país, em especial, as pesquisas que estão sendo realizadas nas Unidades de Pesquisa ligadas ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – ou, financiadas pelas agências ligadas ao MCTI.

Destaque do mês

Domingos Picanço Diniz

Graduado Médico Veterinário pela Universidade Federal Rural da Amazônia (1983), Mestre (1987) e Doutor (1992) em Fisiologia pelo Programa de Pós Graduação em Fisiologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo.

Atual Diretor do Campus de Oriximiná e lá Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Biociências pela Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), onde desenvolve o Programa de Ação Interdisciplinar (PAI).

Assista outros depoimentos no site:
http://acienciaqueeufaco.mast.br

Aconteceu no MAST

Comitê CIMUSET visita o MAST e Semana de Astronomia em Vassouras

As visitas técnicas aconteceram nos dias 14 e 15 de agosto no âmbito da 23ª Conferência Geral do Conselho Internacional de Museus (ICOM).
Leia mais...

Oficinas do MAST são destaque da Semana Fluminense do Patrimônio

As oficinas aconteceram nos dias 19, 20 e 23 de agosto e atraíram muitos profissionais devido a tradicional experiência do MAST na área de preservação de acervos.
Leia mais...

Museu de Astronomia promove Curso de Extensão para professores

Além de aulas expositivas, o curso ofereceu uma oficina de teodolito e uma visita guiada à exposição permanente do MAST "Olhar o Céu, Medir a Terra".
Leia mais...

Dicas Sustentáveis

Sacolas de plástico X Sacolas retornáveis

No nosso dia a dia será que estamos sendo sustentáveis? Se não estamos, podemos começar com pequenas e simples atitudes, que farão uma grande diferença para o meio ambiente como diminuir ou até banir de vez o uso de sacola plástica.

Os ambientalistas defendem que a utilização de sacolas descartáveis deve ser proibida levando em consideração seu extenso tempo de decomposição no ambiente: cerca de 300 anos.

Por mês, só no Brasil, são distribuídas um bilhão de sacolas, em supermercados, padarias e farmácias. Isso revela um número de 66 sacolas por mês, para cada brasileiro, o que gera cerca de 210 mil toneladas de plástico mensais, valor que corresponde a 10% de todo o lixo produzido no Brasil.

Optar pela substituição das sacolas de plástico por sacolas retornáveis é uma ótima alternativa sustentável. Para isso, basta guardar os objetos da compra em sua bolsa ou levar de casa uma sacola de tecidos ou de qualquer outro material que caiba o que você pretende comprar.

E na hora de descartar o lixo caseiro, tanto para detritos orgânicos quanto inorgânicos, basta utilizar sacos de fácil decomposição, de papel ou jornal.

O mais importante, porém, é que todos tenham consciência ecológica do quanto as sacolas plásticas prejudicam o meio ambiente. O ideal é que seja utilizada apenas a quantidade necessária, evitando levar para casa uma quantidade elevada de sacolas.

Fonte: www.ecologiaurbana.com.br

Expediente

Diretora do MAST

Heloisa Maria Bertol Domingues

Chefe do Serviço de Comunicação Social
e Atendimento ao Público

Vitor Dulfe

Idealizadores do Projeto

Lorena Kovac • Omar Martins • Vitor Dulfe

Jornalista

Geisa Castro

Projeto Gráfico | diagramação

Vitor Dulfe

Diagramadores / colaboradores

Gustavo Mamede • Henrique Rocha • Leonardo Pessoa

 


Realizado pelo Serviço de Comunicação
Social e Atendimento ao Público (SCS)
do MAST

Tel.: 21•3514-5229
atendimento@mast.br
www.mast.br