Busca


  Projeto

Linha 1

Um olhar para o ensino de astronomia no Brasil
Coordenação: Patrícia Figueiró Spinelli (MAST)


Resumo

O objetivo do projeto é utilizar a modelagem estatística de Teoria de Resposta ao Item (TRI) para estimar as habilidades e conhecimentos dos alunos participantes da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) ao longo dos anos. Parte-se da premissa que a OBA é a única ferramenta disponível capaz de avaliar o conhecimento de astronomia no Brasil e esta é a primeira iniciativa com essa preocupação.

A OBA foi criada para divulgar a astronomia entre os estudantes do ensino fundamental e médio, em 1998, e é organizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB). Ao longo de dezesseis edições, o número de participantes aumentou consideravelmente. Em 2013, quando foi realizada a 16ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, registrou-se a inscrição de cerca de um milhão de estudantes provenientes de dezessete mil escolas distribuídas por todo território nacional.

A primeira etapa da pesquisa consiste na análise quantitativa para estimar o grau de dificuldade das questões das provas, considerando os diferentes níveis de escolaridade dos participantes da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, a fim de fornecer subsídios para uma metodologia padrão a ser usada em futuras edições da OBA. Posteriormente, após a adoção de provas-padrão, a avaliação incluirá a análise: (1) da evolução do conhecimento dos participantes ao longo dos anos; (2) da forma de como o conhecimento se modifica ao longo da formação escolar, ou seja, nos diferentes níveis das provas da OBA; e (3) se a participação de alunos em outras atividades de divulgação da ciência (por exemplo, visita a museu de ciência) reflete nos resultados da OBA.

Os resultados da pesquisa permitirão a reflexão sobre o ensino formal da astronomia, bem como a formulação de estratégias de popularização desse campo em espaços não formais de educação.


Equipe

Patrícia Figueiró Spinelli (coordenadora), Eugênio Reis (MAST); Carlos Alberto Quadros Coimbra (MAST); João Batista Canalle (UERJ); Cristiane de Oliveira Costa (Bolsista PCI); Igor Fernandes Rodrigues (Bolsista PCI); Sandro Linhares de Oliveira Gomes (Bolsista PCI); Marcelo Augusto do Amaral Ferreira (Bolsista PIBIC); Augusto Torres Perillo (Bolsista PIBIC); Edilene dos Santos Ferreira (MAST).

  Menu

Linhas de pesquisa:

Linha 1

Divulgação da ciência, educação e avaliação

Linha 2

Cultura científica, comunicação e cognição

Projetos:

Linha 1

Estratégias de divulgação em museus de
ciência
Museu e público
Um olhar para o ensino de astronomia
no Brasil

Linha 2

Cultura científica e linguagem
O tempo em exibição: instrumentos
e aparatos interativos como estratégias
de divulgação científica
Construindo estratégias de mediação
em uma exposição sobre o Tempo
Educação não formal e formação de
professores

Laboratório

LIRE

Grupos de Pesquisa

Equipe

Pesquisadores
Colaboradores

Contato

Coordenador: Eugênio Reis Neto
Contato: Yashmin Campos
Telefone: 55 21 3514-5236
Fax: 55 21 3514-5234
E-mail: eugenioneto@mast.br