Ir direto para menu de acessibilidade.
Últimas Notícias > Anunciada construção de Planetário em Vassouras
Início do conteúdo da página

Anunciada construção de Planetário em Vassouras

  • Criado: Quarta, 11 de Novembro de 2015, 13h10
  • Publicado: Quarta, 11 de Novembro de 2015, 13h10
  • Última atualização em Quarta, 01 de Novembro de 2017, 13h10

Projeto foi divulgado pela prefeitura durante evento comemorativo pelos 100 anos do Observatório Magnético de Vassouras, realizado de 9 a 11 de novembro. MAST prestou assessoria na elaboração do projeto e vai auxiliar no gerenciamento do planetário.

A cidade de Vassouras, no interior do Rio de Janeiro, vai ganhar um presente. Em discurso durante o evento comemorativo pelos 100 anos do Observatório Magnético de Vassouras (OMV), realizado de 9 a 11 de novembro, o prefeito da cidade, Renan Vinícius, anunciou a construção de um Planetário com Cúpula e de um pequeno museu de astronomia e de ciências afins. A previsão é que as obras estejam concluídas em 2016. Estudantes de oito municípios da região serão beneficiados. “Queremos ver nossos alunos aprendendo, formando senso crítico e discutindo ciência em alto nível”, diz Renan. O Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), instituição federal com sede em São Cristóvão/RJ, prestou assessoria na elaboração do projeto e, no futuro, vai auxiliar no gerenciamento do planetário.


Prefeito anuncia construção de Planetário em Vassouras.

Nos três dias de comemorações pelos 100 anos do (OMV), atividades gratuitas foram realizadas em diversos pontos da cidade. Um dos destaques foi a "Mostra de Ciência e Tecnologia". Em uma tenda montada na sede da instituição, foram promovidas ações que apresentaram ao público temas científicos de forma simples e interativa, voltadas principalmente para alunos das redes pública e privada. Segundo os organizadores, cerca de 300 estudantes estiveram presentes. Participaram da Mostra o Observatório Nacional (ON), o MAST, o Instituto Nacional de Tecnologia (INT), o Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) e o Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA).

“A ideia da Mostra foi apresentar, de forma descontraída, experimentos que permitam a visualização rápida e simples de leis da física. Queremos despertar a curiosidade das pessoas e mostrar que aprender também pode ser uma grande diversão”, afirma Eugênio Reis, astrônomo do MAST. O Museu promoveu atividades como o Espelho 3D, a Levitação Magnética, as Pulgas elétricas e a Corrida de Latas.

Em relação à participação do CBPF, os destaques ficam por conta do Painel Solar, da Câmara Escura e da Cadeira de Pregos. O IMPA apresentou a Oficina de Lógica, que aguça o raciocínio dos participantes através de problemas matemáticos. “Os conceitos são apresentados de uma forma que surpreende alunos e professores, muitas vezes carentes desse tipo de informação”, conta Dion Villar, coordenador da participação do IMPA. Outra atração foi o Desafio INT, um jogo de perguntas e respostas com foco em ciência, desenvolvido com estrutura semelhante a de um videogame. Questões voltadas para estudantes de nível médio são geradas por um software e exibidas em uma televisão. Os participantes então respondem por meio de um controle remoto.

Além de participar da Mostra, o MAST realizou atividades em pontos diferentes da cidade. Entre elas a Observação do Sol e o Planetário Inflável, que aconteceram em todos os dias do evento. Com 3,2 metros de altura e 6,4 m de diâmetro, a cúpula inflável do MAST comporta até 30 pessoas em cada apresentação. O objetivo é explicar como funciona a dinâmica dos movimentos celestes, além de apresentar os planetas do sistema solar.


Estudante participa da Mostra de Ciência e Tecnologia.

A "Observação do Sol" também chamou a atenção do público. Olhar diretamente para o astro a olho nu ou com lunetas comuns é muito perigoso. Por isso, é necessário utilizar telescópios especiais, como os que o MAST oferece. “O equipamento filtra as frequências nocivas aos nossos olhos e destaca, em especial, as erupções e manchas solares”, explica Eugênio. A tradicional observação do céu noturno foi realizada nos dias 9 e 10.

Eugênio ressalta que o MAST aproveitou a oportunidade para realizar, no dia 10, o Projeto "Olhai pro Céu", que envolveu a organização de seminários, oficinas e cursos de capacitação para professores de escolas da região. "Queremos estimular a criação de clubes de astronomia e estudar o impacto dessas atividades na evolução escolar dos alunos", revela o astrônomo. A atividade aconteceu no Instituto Educacional Thiago Costa, no Centro de Vassouras.

Na solenidade de abertura, dia 9, foram inaugurados o novo Centro de visitantes do OMV, batizado de Henrique Morize, nome do célebre astrônomo francês naturalizado brasileiro, e a exposição: "100 anos de pesquisas no Observatório Magnético de Vassouras". Também foi lançado o livro “Observatório Magnético de Vassouras – 100 anos de pesquisas e serviços prestados à ciência”, produzida pelo ON. A publicação traz sete capítulos sobre a história de Vassouras e da ciência que se faz no OMV. Estiveram presentes à cerimônia: o diretor do ON, João Carlos Costa dos Anjos, o diretor do OMV, Alberto Geraldo Faria dos Santos, a diretora do MAST, Heloísa Maria Bertol Domingues, o prefeito de Vassouras, Renan Vinícius dos Santos Oliveira, a vice-prefeita, Terezinha Salvador Nunes, a Secretária Municipal de Turismo e Desenvolvimento, Fernanda Cunha, Subsecretário Municipal de Turismo e Desenvolvimento, Luís Henrique Ferreira, o vice-presidente da Associação Comercial, Sérgio Ribeiro, o vice-presidente da Fundação Educacional Severino Sombra (FUSVE), Gustavo do Amaral, entre outras autoridades.

“Para o MAST, é gratificante participar desse evento comemorativo. Divulgar ciência e integrar a população aos trabalhos científicos realizados nos institutos é mais do que um exercício de cidadania, é um dever de inclusão social", afirma Heloísa Bertol. O evento foi realizado pelo Observatório Nacional (ON), em parceria com a Secretaria de Inclusão Social do Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (SECIS), do MAST e da Prefeitura de Vassouras. Fundado em 1915, O Observatório Magnético de Vassouras é uma unidade do Observatório Nacional destinada a estudos de monitoramento do campo magnético da Terra.


MAST promove atividades durante evento comemorativo pelos 100 anos do OMV.

registrado em:
Fim do conteúdo da página