Ir direto para menu de acessibilidade.
Últimas Notícias > Milhares de pessoas participam da SNCT na cidade do Rio de Janeiro
Início do conteúdo da página

Milhares de pessoas participam da SNCT na cidade do Rio de Janeiro

  • Criado: Quinta, 11 de Dezembro de 2014, 14h34
  • Publicado: Quinta, 11 de Dezembro de 2014, 14h34
  • Última atualização em Quarta, 06 de Dezembro de 2017, 14h35

A 11ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) atraiu mais de 22 mil pessoas na cidade do Rio de Janeiro! Com o objetivo de promover a divulgação e popularização da ciência, cerca de 80 instituições de pesquisa, divulgação e ensino realizaram atividades, de 13 a 19 de outubro, em cinco polos: Centro Esportivo Miécimo da Silva, Quinta da Boa Vista, Parque Madureira, Jardim Botânico e Mesquita (Baixada Fluminense). Uma programação diversificada e gratuita para todas as idades!



Todos sob a coordenação do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), representado por Amannda Amorim, coordenadora geral do evento na cidade. Pelo sétimo ano consecutivo, o MAST assume o papel de Secretaria-Executiva dos Eventos Integrados da SNCT no Rio de Janeiro. Além de, neste ano, estar à frente da coordenação geral do evento, integrando também a comissão da SNCT no estado do Rio de Janeiro.

Um dos destaques desta edição foi a realização do “CETEM de Portas Abertas”, uma das atividades integrantes da SNCT. Participaram do evento, algumas das instituições de pesquisa mais importantes do Brasil, todas vinculadas ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI): Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), Observatório Nacional (ON), Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), Instituto Nacional de Tecnologia (INT), Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) e Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA).


O MAST preparou uma programação cheia de atividades especiais que foram desenvolvidas nos polos e no campus localizado no Bairro Imperial de São Cristóvão. Visitas orientadas para o público escolar, Observação do Céu utilizando uma luneta centenária e telescópios modernos, Observação do Sol, as oficinas Brincando de Matemático, Brincando com a Ciência e ASTROmania, palestras, debate, cinema e sessões do Planetário Inflável Digital.

E ainda apresentou ao público de Brasília, a mostra “Leonardo da Vinci: Maravilhas Mecânicas”. Consagrado por obras primas como “Monalisa” e “A Última Ceia”, o pintor renascentista, Leonardo da Vinci, também foi autor de grandes descobertas científicas. A exposição Leonardo da Vinci: Maravilhas Mecânicas, do MAST retrata a essência criativa de um cientista e surpreende ao recriar modelos em três dimensões de alguns dos desenhos do artista. No dia da abertura do evento, o estande do Museu de Astronomia e Ciências Afins, em Brasília, recebeu a visita do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Clelio Campolina Diniz. O ministro também conheceu as instalações da SNCT no Polo Parque Madureira, no Rio de Janeiro, em 16 de outubro.


Na foto, diretora do MAST, Heloisa Bertol e a coordenadora da SNCT na cidade do RJ e chefe de serviços Educacionais da Coordenação de Educação em Ciências do MAST, Amannda Amorim, aparecem com o ministro. Crédito: Bernardo Oliveira/ MAST

Programação do Campus do MAST

Exposições

No dia 14 de outubro, o MAST inaugurou a exposição “Alcançando Novos Horizontes em Astronomia”. Pela primeira vez em um museu brasileiro, a mostra revela a dinâmica de um dos Observatórios mais importantes do mundo. Além de painéis com imagens impressionantes do universo, o visitante tem a oportunidade de ver a maquete de um dos projetos mais ambiciosos do ESO: o telescópio E-ELT (European Extremely Large Telescope). A expo permanece em cartaz até dia 02 de novembro.

Como parte da programação do 2ª Festival de Ciência e Tecnologia de Limeira, evento integrante da 11ª Semana Nacional de Tecnologia, a cidade de Limeira (SP) recebeu, no dia 21 de outubro, a exposição itinerante do MAST, “Passo a passo, salto a salto, voo a voo: o cientista Santos-Dumont”. Um dos destaques da mostra é a maquete do Demoiselle, além de 19 painéis apresentando imagens e documentos que são vestígios importantes da vida dessa personalidade quase mítica da história brasileira.

Durante a Semana Nacional, o público pôde conferir outras seis exposições de temas variados no Museu de Astronomia e Ciências Afins: Olhar o Céu, Medir a Terra; Observações do Recife holandês; Fotografia: ciência e arte; Faz Tempo; As Estações do Ano, a Terra em Movimento; e Espaço Espectroscopia.

Palestras

O MAST apresentou o MAST Colloquia, no dia 14 de outubro, com a palestra “Quando coleções museológicas incluem o corpo humano: Reflexões histórico-antropológicas sobre o campo da antropologia biológica”, proferida por Ricardo Ventura, doutor em Antropologia e professor do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

No dia 16 de outubro, o Museu promoveu o Encontro com a História. Ministrada por Patrick Petitijean, do Centre National de la Recherche Scientifique - CNRS/ França, a palestra “(Auto) Críticas às ciências” abordou os diferentes movimentos e revistas críticas às ciências, na França, nos anos 1970.

E na sexta-feira, 17 de outubro, às 14h, o Museu de Astronomia realizou o lançamento da Zenith, nova base de dados do Arquivo de História da Ciência (AHC) da instituição. Na abertura do evento, Paulo Henrique de Assis Santana, Coordenador Geral de Gestão e Inovação no Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (CGGI/MCTI), apresentou a conferência “Integração de Dados: possibilidades e dificuldades”.

Atividades

No final de semana, dias 18 e 19, a diversão no MAST ficou por conta das atividades: ASTROmania, Programa de Observação do Céu e Brincando de Matemático. Além da palestra “A ciência na 1ª Guerra Mundial, o caso Fritz Haber”, que foi ministrada pelo Prof. Gastão Galvão, após a exibição do filme “Glória feita de sangue”, do diretor Stanley Kubrik (1957), que trata da realidade das trincheiras da 1ª Guerra Mundial.

registrado em:
Fim do conteúdo da página