Ciclo de Palestras: para a Lua e Além

Há 50 anos, pela primeira vez na História, o homem pisava na Lua. Era o auge da corrida espacial, e a mais extraordinária missão já realizada. A saga da nave Apollo 11em julho de 1969, ajudou a desenvolver novas tecnologias e teve impacto na Guerra Fria, após consecutivas derrotas dos Estados Unidos na corrida com a União Soviética pela supremacia no espaço. Mas, será que realmente esse evento histórico ocorreu? Então, por que o Homem não voltou a pisar na Lua?

Para debater a história desta fantástica exploração espacial e tirar algumas dúvidas sobre  mais extraordinária missão já realizada, o Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) traz para a edição do Ciclo de palestras deste sábado (27) o tema Para a Lua e Além. A iniciativa traz um bate-papo com o astrônomo do Planetário do Rio de Janeiro, Naelton Mendes de Araújo, que vai debater os motivos que levaram o Ser Humano à Lua e esclarecer as razões pelas que não houve continuidade nessa empreitada depois de 1972, quando foi completada a última missão do projeto Apollo. Será que o Homem voltará a pisar no satélite natural da Terra? E quais países estão envolvidos nessa nova era de corrida espacial? Venha descobrir, a partir das 15h, no auditório do Prédio Anexo do MAST! A atividade é gratuita e faz parte da programação de Fim de Semana do MAST.

Sobre o palestrante

Naelton Mendes de Araújo  – Mestre em educação, gestão e difusão em Ciências, especializado no estudo da relação entre o mundo virtual e os planetários e Bacharel em Astronomia . É astrônomo na Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro onde se encarrega da programação de planetários digitais. Tem experiência na área de Astronomia, com ênfase em Radioastronomia, e na divulgação da Astronomia, atuando principalmente nos seguintes temas: astronáutica, astronomia, sol, internet, educação e ficção científicas